Pirâmide: o maior símbolo da arte e arquitetura egípcia

                O antigo império inicia-se com faraó Djoser que exerceu o poder sobre todo o baixo Egito. Nessa época foram contruídos importantes monumentos artísticos grandiosos e imponentes que mostravam todo o poder político e religioso que o faraó representava para a sociedade egípcia. A primeira grande obra egípcia possivelmente foi A pirâmide de Djoser , que foi construída pelo arquiteto Imotep. Porém, as pirâmides mais famosas são as encontradas no deserto de Gisé e foram edificadas por ordem dos três farós mais importantes do Antigo Império: Queóps, Quéfrem e Miquerinos.
 
                                         




              A pirâmide de Quéops é maior das três e possui 146 metros de altura e abrange uma área de 54.300 metros quadrados, o mais impressionante é que não foi utilizada nenhum tipo de cimento ou argamassa entre os blocos de pedra, o que mostra um formidável domínio técnico por parte dos construtores egípcios. Também haviam outros tipos de monumentos denominados esfinges que eram figuras fantásticas, metade humana e metade animal e sua finalidade eram de proteger os túmulos. Próximo as três pirâmides encontra-se a Esfinge do faraó Quéfrem que com o tempo ficou desgastada e com uma aparência ainda mais misteriosa e enigmática.








Nenhum comentário:

Postar um comentário